5 Erros Chocantes que Matam o seu Relacionamento com o Cliente Contábil

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Você investe no relacionamento com o cliente? Se a resposta for não, sinto lhe dizer, mas provavelmente sua empresa pode estar perdendo dinheiro. Já, se sua resposta for sim, quais resultados você tem obtido com essa prática?

Em geral, os escritórios de contabilidade tendem a cometer ao menos um dos erros citados abaixo, seja por falta de conhecimento ou por não acreditar no poder do relacionamento com o cliente. Por isso, neste artigo, não só abordarei essas falhas, como também darei dicas para evitar ou corrigi-los.

E aí, você está pronto para profissionalizar ainda mais a sua empresa contábil? Então vem comigo pelos parágrafos abaixo. Prometo que você não irá se arrepender.


1- Focar apenas no “negócio fechado”


Algumas empresas contábeis não medem esforços para conseguir fechar negócio com um novo cliente. Elas oferecem descontos, criam boas impressões, oferecem até alguns mimos ou brindes, tudo para encantar. Mas depois, seja por falta de conhecimento ou até por achar que um negócio fechado é um negócio garantido, essas empresas acabam deixando de lado os clientes que já fazem parte da sua carteira comercial. E isso é um erro gravíssimo no relacionamento com cliente.

Isso porque, em primeiro lugar, conquistar clientes demanda muito mais tempo e dinheiro do que manter os clientes já conquistados. Além disso, a alta taxa de churn, ou seja, rotatividade de clientes, pode influenciar em uma má fama para a sua empresa contábil. 

Por isso, é muito importante criar um setor ou deixar alguém responsável pelo pós-venda. Ou seja, um conjunto de estratégias que visam cuidar dos clientes, se antecipar às suas necessidades, garantir que elas estão sendo atendidas, entre outras coisas.

Com isso, os laços entre vocês se estreitarão e, além de ele se tornar um possível evangelizador da sua empresa, também poderá realizar up sells com frequência. Ou seja, upgrades nos serviços já contratados, aumentando ainda mais a rentabilidade gerada.


2- Achar que todos os clientes são iguais


Embora no dia-a-dia tenhamos (ou deveríamos ter) o hábito de tratar todas as pessoas de forma igual, independentemente de sua posição social ou qualquer outro tipo de adjetivo, quando nos referimos a clientes a história muda

Não que os clientes menores devam ser jogados pra escanteio, longe disso. O mínimo que se espera de uma empresa contábil de qualidade é um relacionamento com o cliente impecável, mesmo que ele seja o menor de sua carteira.

Porém, matematicamente falando, vale lembrar que um cliente grande e um pequeno têm rentabilidades diferentes e não seria justo que você dispusesse colaboradores para cuidar das duas contas da mesma forma, não é mesmo?

Por isso é fundamental dividir os seus clientes em grupos como:

  • Ticket médio;
  • Porte;
  • Nível de fidelidade;
  • Tempo de contrato.

Dessa forma, você consegue dedicar seus esforços e investimentos nos clientes certos e que têm maior probabilidade de trazer algum tipo de retorno. 

E não é só isso, aqueles que se dedicam a divulgar o seu escritório, ou que pagam honorários no prazo, certamente gostarão de saber que seus esforços são notados e, de certa forma, retribuídos por você.


3- Pisar na bola


Você com certeza já ouviu falar que a confiança é algo que se constrói com muito esforço e empenho, mas se perde em um único deslize. Isso é muito verdade, aliás, pisar na bola com clientes pode te fazer perder dinheiro.

Por isso, desde os primeiros contatos, jamais prometa ou dê a entender que fará coisas que não poderá cumprir depois. Mesmo que essas promessas te ajudem a fechar um negócio, elas também serão as responsáveis por fazer com que você as perca no futuro se não conseguir fazer essas entregas.

Por outro lado, ao prometer algo que empolga o cliente contábil e entregar um pouco além do prometido, você certamente o deixará encantado e, com certeza, ele falará do seu escritório para as outras pessoas. Por isso, uma dica é sempre prometer um pouco menos do que se pode cumprir, dessa forma você sempre superará as expectativas. 

Mas vale lembrar: para isso é preciso manter a sua empresa contábil em constante inovação. Afinal se você não conseguir entregar o mínimo esperado, pode ter problemas. 

Uma dica é usar uma ferramenta de gestão contábil inovadora para modernizar os processos contábeis em sua empresa, agilizar o atendimento ao cliente e aumentar a produtividade do seu time. Isso com certeza impactará em seu relacionamento com o cliente.


4- Não criar métodos preventivos de crises!


Uma atitude muito importante para as empresas contábeis que desejam atingir a excelência no relacionamento com o cliente é a capacidade de gerir uma crise com agilidade. Isso significa que, quando algo não sai como o esperado e o cliente começa a enfrentar problemas relacionados aos serviços prestados pela empresa contábil, é fundamental ter planos prévios para conseguir solucionar esses problemas de forma rápida e eficiente.

Um dos maiores erros nesse sentido é viver apagando incêndios ou seja, lidar com problemas somente quando eles surgem, e o pior, não investigar o motivo de seu surgimento e nem como preveni-los no futuro. Por isso, para evitar esse erro, comece a catalogar os problemas que surgem com seus clientes, identifique onde e porque eles aconteceram e como preveni-los. Desta forma, com o tempo você será capaz de não só resolver um problema, como prevê-lo e evitá-lo antes mesmo que surja. E isso irá afetar positivamente o seu relacionamento com o cliente.


5- Querer ganhar o campeonato sem um bom time!


Se você chegou até aqui, já sabe que será preciso muita dedicação para evitar ou deixar de cometer os erros mais comuns no relacionamento com o cliente. Mas com muito empenho isso se tornará algo natural e os resultados serão bastante visíveis.

Porém, vale lembrar também que, sem um bom time contábil, você não irá muito longe. Os colaboradores de sua empresa precisam estar tão dispostos a se empenhar no relacionamento com o cliente quanto você. Para isso eles precisam ser capacitados e remunerados justamente.

Então nossa dica final para melhorar o relacionamento com seu cliente contábil é: Invista em cursos, palestras, ajuda de custo com a educação, etc e monte um dream team contábil. Assim ficará muito mais fácil aplicar as dicas deste artigo.

O relacionamento com o cliente é tão importante quanto o investimento em tecnologia e a conquista de novos clientes, lembre-se disso, coloque os ensinamentos deste artigo em prática e em algum tempo você com certeza se tornará uma referência entre seus clientes.