fbpx

Hoje é seu dia de sorte, não vou fazer você ler o artigo inteiro para descobrir a maior mentira que te contaram sobre comunicação empresarial, ela basicamente pode ser resumida em poucas palavras: comunicação empresarial deve ser praticada apenas por grandes empresas.

Se o seu objetivo era apenas descobrir a mentira, ela está aí. Agora se você quer entender porque isso é uma falácia, continue a leitura.

A comunicação empresarial é tão importante quanto o próprio produto ou serviço que sua empresa comercializa.

Ela é a responsável pela forma como as pessoas enxergam sua empresa, tanto interna quanto externamente. A cultura organizacional, o valor gerado nos clientes, o tamanho da área de influência, tudo está relacionado à comunicação empresarial.

Mas como ela funciona e quais são as boas práticas para extrair os melhores resultados? Confira abaixo!


Não basta falar, é preciso ser entendido!


Quando quero explicar a importância de se fazer entender, gosto de usar a seguinte analogia: Imagine que você precisa explicar como os bebês vêm ao mundo.

Você precisa explicar isso pra um grupo de crianças de 5 anos, para adolescentes em busca de conhecimento e por fim, em uma palestra para estudantes universitários. Obviamente é impossível utilizar a mesma linguagem, certo?

É preciso satisfazer a curiosidade, mas sem desrespeitar a imaturidade das crianças. No caso dos adolescentes é preciso explicar os detalhes técnicos de como isso acontece, sem utilizar metáforas ou algo do tipo.

Já para os universitários é necessário mostrar informações novas, que eles nunca tiveram contato antes, até para conseguir prender a atenção em um tema “batido” para aquela fase da vida.

Percebe como o assunto é o mesmo? A forma da comunicação é que muda e é isso que garante o sucesso na receptividade da mensagem. Agora trazendo para o contexto das empresas contábeis:

Uma empresa se comunica com colaboradores, diretoria, sócios e investidores, clientes, fornecedores, imprensa, etc. A ideia é utilizar a comunicação empresarial para levar a mesma mensagem, com sucesso independente dos receptores, apenas adaptando o conteúdo.


O tudo é uma coisa só


Escolhi esse subtítulo porque quis fazer menção a uma música que diz que em nossas vidas criamos diversas divisões hierárquicas, parentescas, mas que no fim vira uma coisa única um amontoado de gente.

Para que a comunicação empresarial funcione em empresas contábeis é importante levar um pouco desse conceito, entenda:

Independente do tamanho do seu escritório, há no mínimo 2 divisões de grupos a de CEOs e a de colaboradores, as vezes a mesma pessoa cumpre os dois papéis, mas essa divisão sempre existe.

Em empresas maiores há os líderes, os colaboradores, estagiários, e esse time todo pode ser dividido em departamentos diferentes: marketing, comercial, financeiro…

Uma comunicação eficiente exige que todas essas divisões caminhem na mesma página, ou seja, do porteiro ao presidente, todos precisam ter a mesma imagem acerca da empresa.

Com isso todos os públicos externos com quem a empresa se comunica por meio dos diversos setores, recebem a mesma mensagem, adaptada conforme as necessidades.


Quem cala consente!


A partir do momento em que os clientes conhecem sua empresa, eles criam uma primeira imagem sobre ela.

Quando não há de sua parte nenhuma preocupação em transmitir mensagens, há muitas chances de a impressão obtida pelo cliente se concretizar em seu imaginário. Isso significa que não transmitir nenhuma mensagem, já é por si só uma transmissão.

Por outro lado, se o seu objetivo é se destacar da concorrência, gerar valor e vender o s seus serviços como os melhores da região, toda a empresa precisa trabalhar de forma integrada para que isso aconteça e é aí que a comunicação empresarial irá ajudar.

Porém, se com os anúncios de jornal e comerciais de tv, a arte de comunicar era uma via de mão única, com a tecnologia se transformou em uma via de mão dupla.

Seja por meio de redes sociais, e-mails, blogs, aplicativos, os clientes ganharam autonomia para expressar opiniões, questionar e engajar.

Lidar com essa situações de forma alinhada, contribui para a veracidade das informações que a empresa deseja transmitir por meio da comunicação empresarial.


4 benefícios da comunicação empresarial para seu escritório contábil


Além de humanizar a empresa e aproximá-la dos colaboradores e clientes, a comunicação empresarial pode trazer outros benefícios. Entre eles podemos citar:

  • Redução de rumores. Quando a comunicação é eficiente, todos caminham na mesma página e isso reduz as chances de rumores e fofocas. A interação com os colaboradores é efetiva e evita ações tomadas com base em especulações;
  • Reforço do senso coletivo. Um colaborador que não se identifica com a empresa nem tem orgulho de pertencer, dificilmente vestirá a camisa. Uma comunicação integra evita esse sentimento, faz com ele se enxergue como peça chave;
  • Ganho de produtividade.  Um ambiente onde as pessoas identificam a si e às outras como peças complementares tendem a fluir com mais eficiência. Todos se preocupam com o cliente, com os números, com o desempenho, etc;
  • Impacto externo elevado. Quando um colaborador se enxerga como peça chave da empresa, dá o melhor de si e obviamente isso se reflete em clientes que ao entrarem em contato são bem tratados, compreendidos e consequentemente também se enxergam como ”parte da família”.

Como você pôde ler neste artigo, é muito importante investir na comunicação empresarial, independente do porto do escritório, pois é a comunicação sólida que diferencia os escritórios amadores dos profissionais. E eu tenho certeza que você não quer ser visto como amador pelo mercado, não é mesmo?