Fit Cultural – Encontre os profissionais que deem match com seu escritório

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Contratar um novo colaborador significa muito mais do que somente encontrar alguém que cumpra as necessidades de uma determinada vaga, quer dizer também, incluir uma nova identidade e perfil a sua equipe e a cultura da sua empresa. Nesse contexto, fazer a admissão de um novo profissional, com valores e objetivos divergentes aos do seu escritório, pode causar diversos problemas. Por conta disso, cada vez mais, as empresas entendem a importância de contratar a partir do fit cultural. Afinal, considerar a ética, a crença e a cultura de um colaborador, ajudam a tornar a relação empregatícia mais saudável, longa e produtiva. 

Mas, você sabe exatamente o que é o fit cultural e como ele deve ser aplicado? Vem descobrir!

O que é fit cultural?

Fit cultural é a capacidade de um profissional em se adaptar aos valores e propósitos de uma empresa. Ou seja, quando o seu escritório inicia um processo seletivo deve avaliar o candidato de maneira mais profunda, indo além das competências técnicas, como diplomas e experiências na área, colocando em pauta a adequação do seu fit cultural com o negócio.

Pensando na importância de um bom clima organizacional e de um dia a dia produtivo, a contratação a partir do fit cultural serve para nivelar expectativas e também entender quais candidatos se enquadram melhor, não só as vagas, mas também ao conjunto de valores, crenças e missões do seu escritório.

O fit cultural passou a ser um critério importante tanto para os recrutadores, como para os talentos, uma vez que hoje, mais do que salários, esses candidatos desejam estar em uma empresa na qual se sintam bem. Inclusive, segundo estudo realizado pelo Linkedin, 64% dos profissionais colocam o bem-estar em uma empresa, acima de qualquer outro critério de escolha. 

Dessa forma, levar em consideração o fit cultural, significa entender o quanto o candidato se parece com o seu escritório e está preparado para os desafios e responsabilidades que irá enfrentar. Considerando esses aspectos de forma conjunta, é possível encontrar candidatos com maior probabilidade de se engajarem com os objetivos da sua empresa, permanecendo na função por mais tempo e atuando de forma mais motivada. 

Quais benefícios a contratação pelo Fit Cultural pode trazer para o seu escritório contábil?

Investir na análise de fit cultural durante a contratação de um novo colaborador, pode trazer inúmeros benefícios ao seu escritório, entre os principais, posso destacar: 

Como aplicar o fit cultural nos processos de contratação do seu negócio de contabilidade?

Certo, até aqui já sabemos que o fit cultural é útil, é importante e traz benefícios. Mas como mensurar esse encaixe tão abstrato? A tarefa é desafiadora, mas de fato vale muito a pena.

Veja algumas dicas de como aplicar e mensurar, com o máximo de precisão, o fit cultural de seus candidatos:

1-  Identifique os atributos culturais da sua empresa

Inicialmente, é fundamental que você analise quais são os atuais atributos e valores do seu escritório. Para isso, avalie pontos, como:

  • As lideranças do seu escritório refletem o comportamento desejado?
  • Como é o processo de tomada de decisão do meu escritório? Mais centralizado ou envolve todas as pessoas para a definição de metas e objetivos?
  • A comunicação entre as equipes e seus líderes acontece de forma aberta ou existe algum receio entre eles em relação a isso? 
  • Qual o tipo de gestão do seu escritório? Microgerenciadora? Focada em pessoas? Focada em processos?
  • O escritório é aberto à inovação ou é mais  tradicional?

É necessário, ainda, ter um código de ética e cultura documentado, de forma que todos tenham acesso a essas informações, deixando claro questões, como:

  • Missão, visão e valores;
  • Como a empresa acredita que é possível aplicar esses valores no dia a dia;
  • Quais são os rituais de cultura do escritório;
  • Quais são as demais crenças do negócio.

3- Exponha os valores da empresa abertamente

Não adianta querer atrair candidatos com fit cultural sem expor quais são os valores da sua empresa, certo? Portanto, após responder todas as perguntas do tópico anterior e ter um compilado de informações sobre o seu escritório, publique-o na página de carreiras de seu site e atualize-o sempre que precisar. Aproveite também para mencioná-lo no em seu blog, redes sociais, descrições de vagas e demais meios de comunicação que o seu escritório utilize. 

E, para tornar a experiência ainda mais tangível, acrescente depoimentos escritos ou em vídeo de seus colaboradores atuais falando como é trabalhar aí.

4- Aplique testes de fit cultural

Introduzir testes de análise do fit cultural logo no início do recrutamento é essencial para filtrar seus candidatos e separar aqueles que combinam com a sua empresa e os que não possuem o fit necessário. 

Eles podem ser elaborados com perguntas de múltipla escolha e, cada teste, deve ser personalizado com os valores da empresa e situações específicas do dia a dia. 

Alguns exemplos de perguntas que você pode utilizar nos seus testes, são:

  • Quando um cliente se mostra irritado com um erro que ele mesmo cometeu, como você contorna essa situação?
  • Ao realizar o balanço patrimonial de um cliente, você acabou invertendo alguns valores e, por conta disso, repassou um relatório com informações inconsistentes a ele. Como esse erro poderia ser consertado sem abalar a relação de confiança entre vocês? 

Embora essa seja uma ferramenta valiosa para eliminar candidatos não qualificados desde o início do processo, tornando-o muito mais eficiente, ele não substitui perguntas de fit cultural da entrevista, que é o assunto do nosso próximo tópico.

5 – Adicione perguntas de fit cultural durante a entrevista

Durante a entrevista de emprego é possível avaliar o fit cultural de forma bem eficiente. Isso porque, além de explorar a experiência profissional do candidato, como habilidades técnicas e conhecimentos necessários para a vaga em questão, é possível adicionar a esse processo perguntas que te ajudem a analisar suas soft skills, como preferências, comportamento, crenças e valores.

Você pode separar essas questões em 3 etapas, veja:

Profissional:

Aqui, você poderá identificar fatores que envolvem o tipo de perfil profissional e entender se o candidato está realmente de acordo com a rotina do seu escritório, por exemplo:

  • Você se considera mais produtivo em ambientes calmos ou agitados?
  • Quando nota que está com o prazo apertado, prefere entregar na data certa, tendo em mente que não fez o melhor, ou atrasar a entrega e melhorar a qualidade?
  • Como você administra suas prioridades quando está realizando diferentes demandas com tempo limitado? Em que se baseia a sua tomada de decisão?
  • Você já discordou da atitude de algum colega no trabalho? Como lidou com a situação?
  • Explique sobre uma situação em que discordou do seu superior, o porquê e como você lidou com isso

Performance

Já as questões abaixo, são focadas na performance dos profissionais de acordo com suas experiências anteriores. 

  • Comente sobre um momento em que você ultrapassou as expectativas e como você fez isso;
  • E uma vez que você errou, como lidou com a situação e qual foi o aprendizado?
  • Conte um projeto em seu escritório anterior que você desenvolveu ou participou e quais foram os resultados obtidos;
  • Como você lida com uma situação importante, mas inesperada ou um desafio de última hora?
  • Qual foi a maior conquista da sua carreira e porquê?

Comportamento

Por fim, as perguntas abaixo visam compreender quais competências compõem o perfil do candidato.

  • Como o trabalho que você realiza ajudaria nossa empresa a cumprir sua missão e atingir os resultados?
  • Qual maneira você acredita ser a melhor para se comunicar com as pessoas do seu escritório?
  • Quando é que você se sente bem-sucedido no trabalho?
  • Você considera seu trabalho importante? Por quais motivos?
  • Prefere trabalhar sozinho ou em equipe? Por quê?
  • Como você prefere receber feedback?
  • O que você espera alcançar no seu primeiro semestre aqui?
  • O que faria você sair do emprego no primeiro mês?
  • Em  qual tipo de ambiente você é mais produtivo?
  • O que você gosta em seu emprego atual (ou anterior)?

Com essas respostas, você terá um panorama completo do profissional que está entrevistando e poderá identificar se ele, realmente, tem fit cultural com o seu escritório. 

Pronto para começar?

Espero que esse artigo tenha ajudado você a entender o que é o fit cultural e como aplicá-lo aos processos de contratação do seu escritório. 

No entanto, antes de concluirmos, quero deixar uma última dica: trabalhe o fit cultural no onboarding. Sim, nos primeiros dias de trabalho do novo colaborador, reserve horários para uma introdução cultural. Nela, aprofunde o significado de cada valor e explique quais comportamentos são incentivados e quais devem ser evitados. Novos recrutas apreciam a atenção reservada no onboarding para a cultura da empresa e eventuais dúvidas ligadas a ela e, caso haja algum problema ou conflito em relação às regras, poderá ser resolvido de forma imediata, evitando frustrações a curto e médio prazo. 

Agora é colocar a mão na massa e começar a aplicar o fit cultural aos seus processos seletivos!
E que tal fazer o mesmo com os seus clientes? Saiba como encontrar o cliente com maior fit cultural com o seu escritório e melhorar o seu processo de prospecção: Perfil de Cliente Ideal – Saiba como definir o seu e aumentar as vendas dos seus serviços contábeis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *