Quantas vezes seu escritório abordou o tema: saúde emocional? É possível que esse assunto não apareça com tanta frequência em suas reuniões. Afinal, segundo pesquisa da OMS, apenas 18% das empresas abordam esse tipo de assunto. No entanto, esse número deveria ser maior. Isso porque, ainda segundo a OMS, problemas com a saúde emocional no trabalho são grandes responsáveis pela perda de produtividade de um colaborador. Isso O que, consequentemente, interfere nos resultados de uma empresa. Por esse motivo, é necessário investir em ações que possam ajudar a promover um ambiente saudável emocionalmente, como o Janeiro Branco, por exemplo. 

Se você ainda não conhece, Janeiro Branco é uma campanha que convida pessoas e empresas a refletirem sobre a saúde emocional no âmbito organizacional. O objetivo é colocar esse tema em evidência por meio de ações como debates, reflexões, palestras, entre outros. Porém, essa é apenas uma das iniciativas que sua empresa pode trabalhar para criar um ambiente saudável para seus colaboradores. Por isso, no artigo de hoje, eu explico melhor o que é janeiro branco e quais outras ações sua empresa pode investir para promover um ambiente saudável emocionalmente

O que é janeiro branco?

Janeiro Branco é uma campanha criada por um grupo de psicólogos de Minas Gerais, com a proposta de promover um mundo no qual o cuidado emocional seja tão importante quanto qualquer outro. O mês de janeiro foi o escolhido por ser símbolo de recomeço e normalmente já ser um período em que as pessoas refletem sobre temas como saúde emocional.

O site do projeto aponta a necessidade de um trabalho de alcance individual e coletivo dentro das instituições. No primeiro caso, isso significa incentivar a autorreflexão sobre a vida, seus sentidos e propósitos. Já a nível institucional, a proposta é bem objetiva, de acordo com o manifesto da campanha: 

“Sensibilizar as mídias, as instituições sociais e os poderes constituídos em relação à importância de projetos estratégicos, políticas públicas, recursos financeiros, espaços sociais e iniciativas socioculturais empenhados em valorizar e atender as demandas individuais e coletivas relacionadas à saúde emocional”. 

Em outras palavras, a campanha reforça a importância de uma mudança de comportamento e mentalidade em vários níveis da sociedade sobre o tema. 

Conceito de saúde emocional

Em conceito, saúde emocional é a qualidade de vida em relação à cognição e ao equilíbrio emocional. Ou seja, é estar bem com os outros e consigo mesmo. Além de aceitar, saber lidar e administrar as situações, emoções e adversidades que a vida apresenta. Sem comprometer a si mesmo e as pessoas ao seu redor. Por isso, as empresas precisam agir e garantir a saúde emocional de seus colaboradores, principalmente através de ações de caráter preventivo, como o Janeiro Branco

Por que é importante criar esse tipo de ação

Problemas de saúde emocional no ambiente de trabalho têm um extraordinário impacto econômico global. De acordo com um relatório de setembro de 2017, conduzido pela OMS, a saúde emocional custa à economia global cerca de US$ 1 trilhão por ano em perda de produtividade.

O tema não deveria ser novidade para as empresas, já que os distúrbios emocionais afetam a capacidade de realizar um trabalho de forma adequada e eficiente. Isso, por sua vez, afeta o tempo, os recursos e a harmonia no ambiente de trabalho, seja nas relações e comunicações interpessoais ou no desempenho individual de um colaborador.

Segundo dados publicados pelo Ministério da Saúde, são fatores que podem afetar a saúde dos colaboradores. problemas como: 

  • Má organização do trabalho;
  • Submissão a chefias autoritárias;
  • Falta de comunicação;
  • Aumento no ritmo de trabalho;
  • E exigência crescente de produtividade

O assédio moral, quando um superior ou um colega submete o outro a constrangimentos e humilhações de forma repetida e prolongada, também pode causar danos emocionais, muitas vezes irreversíveis. 

O mesmo documento mostrou que cerca de quatro em cada dez trabalhadores pensam que o assunto saúde emocional não é devidamente abordado e incentivado no local de trabalho. 

Algumas empresas até tentam, direta ou indiretamente, investir em ações que possam criar um ambiente saudável de trabalho. Alguns exemplos são a oferta de um bom pacote de benefícios, happy hours, sala de jogos, entre outros.  Acontece que,por mais que as mesas de pingue-pongue tornem a vida no escritório mais divertida, elas sozinhas não fornecem o suporte adequado à saúde emocional dos colaboradores.

Portanto, ao invés de procurar por soluções mirabolantes para manter os colaboradores distraídos da realidade de um escritório, os empregadores devem se concentrar em estabelecer uma cultura correta de suporte. Em seguida, é preciso descobrir quais vantagens extras seus colaboradores desejam ou necessitam.

5 Ações para criar um ambiente de trabalho emocionalmente saudável

Como você tem valorizado seus colaboradores? Tem prestado atenção no comportamento e na relação deles com o trabalho? Responder a essas perguntas é primordial para que uma empresa entenda o quão está empenhada em melhorar o ambiente organizacional. E uma excelente alternativa é apostar nas ações que irei indicar a partir de agora. Acompanhe!

1- Faça uma readequação do trabalho

Como vimos, uma das causas de um ambiente emocionalmente ruim é a carga elevada de demandas. Por isso, é importante realizar de forma constante uma readequação das funções e das atividades de suas equipes para que ninguém fique sobrecarregado. 

O mercado contábil exige muitos dos colaboradores e alta demanda é uma realidade dentro dos escritórios. Dessa forma, é importante reavaliá-las com frequência. Para isso, você pode começar acompanhando a performance dos colaboradores. E junto aos gestores das áreas verificar se existe alguém com uma demanda excedente. Verifique também se existe alguma dificuldade do colaborador para executar suas atividades. Afinal, em alguns casos pode não ser a demanda o problema e sim a falta de orientação ou entendimento para cumpri-la. 

Outras medidas também podem ser adotadas para que o colaborador se sinta mais confortável e relaxado em relação ao trabalho desempenhado. Políticas de home office, por exemplo, conseguem alinhar performance com comodidade, fator importante para a saúde do colaborador. 

2- Analise os benefícios oferecidos

Quando se fala em benefícios, você pode pensar que vale transporte,vale refeição e convênio médico, são suficientes. No entanto, sozinhos, nenhum deles garante o bem estar e saúde emocional do colaborador.

Por isso, verifique os benefícios que você tem oferecido e veja se condizem com a necessidade deles. Converse com eles e entenda o que mais, dentro das possibilidades, a empresa pode oferecer para melhorar seu conforto. Trabalhar de casa algumas vezes na semana? Trocar a empresa que oferece o vale refeição para uma que atende melhor a região? Recompensas pelo comprimento de metas grandes ou pequenas? Cursos e treinamentos? Convênio com empresas que ofereçam terapia online? Faça essa pesquisa com seus colaboradores e entenda como ajudá-los. 

Tente entrar em consenso sobre o que eles querem e o que a empresa pode proporcionar. Lembre-se que você e as pessoas que trabalham no seu escritório, são uma unidade e precisam estar de acordo em relação a esse tipo de decisão. Além disso, é importante para o colaborador sentir que faz parte e pode colaborar com as escolhas da empresa. Isso também contribui para a criação de um ambiente emocionalmente saudável. 

3- Adicione a psicoterapia como benefício

A psicoterapia é um tipo de terapia cuja finalidade é tratar os problemas psicológicos. Tais como depressão, ansiedade, dificuldades de relacionamento, entre outros problemas.

Oferecer aos colaboradores a oportunidade de realizarem um acompanhamento psicológico é um benefício importante para a promoção da saúde emocional no trabalho. Com isso, eles poderão realizar um tratamento com um profissional adequado e capacitado para lidar com os problemas e frustrações de um mundo tão volátil quanto o contábil. 

A psicoterapia é a maneira certa de mostrar aos colaboradores que você se preocupa com a saúde deles. Além disso, é um ótimo espaço de autoconhecimento e permite a reflexão profunda dos colaboradores sobre suas habilidades, pontos fortes e melhorias

Essa ação também beneficia aqueles que precisam de ajuda profissional, mas não podem alcançá-la por uma série de motivos, como a falta de dinheiro ou tempo. E desde que sejam tratados com confidencialidade, ter essa opção no local de trabalho envia uma mensagem aos colaboradores de que seu bem-estar é realmente valioso e incentivado.

4- Crie ações de endomarketing

Endomarketing é uma estratégia de marketing institucional voltada para ações internas na empresa. É também conhecido como Marketing Interno e visa melhorar a imagem da empresa entre os seus colaboradores.

Ações com o Janeiro Branco, Outubro Rosa, Halloween e Natal, por exemplo, são ótimas ações de endomarketing, cada uma voltada para uma iniciativa. Enquanto o Janeiro Branco abre as portas para debater a saúde emocional no ambiente organizacional, o Halloween e o Natal incentivam a confraternização entre todos da empresa.

É fundamental para a saúde emocional do colaborador que a empresa apresente também iniciativas como: palestras, workshops, debates e reuniões que incentivem a interação e de voz a eles. 

Bons relacionamentos entre os colegas de equipe, permitem a  criação de um ambiente mais agradável para se trabalhar. Aumentando assim a qualidade do serviço entregue. Dessa forma, podemos entender que a saúde emocional na empresa depende também dos laços construídos pelas pessoas. Por isso, é importante que a companhia atue de forma a estimular isso. A realização dessas iniciativas, torna o ambiente  mais informal e propício para que as pessoas possam se relacionar com mais facilidade.

5-  Treine seus gestores

Seus gestores lidam com problemas de saúde emocional no local de trabalho dia após dia. No entanto, muitas vezes não têm o treinamento e a confiança necessária para administrá-los por conta própria. Por isso, é importante que você invista no aprimoramento dessas habilidades em seus gestores. Assim, poderá ajudá-los a gerenciar os desafios de cuidar e identificar esses problemas no local de trabalho. 

Ter um “Primeiros socorros de saúde emocional” é um bom ponto de partida. Ele ensina a identificar, compreender e ajudar uma pessoa que pode estar desenvolvendo um problema de saúde emocional.  Afinal, da mesma forma que aprendemos os primeiros socorros físicos, os primeiros socorros emocionais ensinam a reconhecer os sinais de alerta. 

O Janeiro Branco pode ser o primeiro passo

Espero que esse artigo tenha ajudado você a entender o quão importante é criar e preservar um ambiente emocionalmente saudável aos seus colaboradores. Essa ação beneficia a empresa, os colaboradores e até mesmo seus familiares, que sentirão os efeitos de um ambiente de trabalho saudável em casa também.

Dê o start com o Janeiro Branco e comece, mês após mês, dentro das possibilidades de sua empresa, a investir na criação e manutenção de um ambiente emocionalmente seguro e saudável para se trabalhar!