fbpx

Você já ouviu falar em “mentoring”? Nos últimos anos, as mais diversas organizações têm apostado no programa de mentoria como método para disseminar o conhecimento interno e promover o desenvolvimento pessoal profissional entre seus colaboradores. 

Essa ferramenta permite que uma empresa obtenha o melhor retorno sobre o investimento de seu capital humano. De acordo com uma pesquisa feita em 2019 pela empresa Deloitte, 83% das organizações que apostam nesse tipo de programa, tendem a aumentar sua receita e melhorar a retenção de seus colaboradores

Construir um programa de mentoria no local de trabalho facilita oportunidades educacionais que podem ajudar os funcionários a progredir em suas carreiras, além de proporcionar uma cultura corporativa mais acolhedora e autônoma

Quer saber como começar esse programa em seu escritório? Continue lendo este artigo! 

O que é um programa de mentoria?

 

Você provavelmente já ouviu esse termo “mentoria”, inclusive aqui no blog, quando ensinamos como criar um curso online para mentorados. Mas, um programa de mentoria interno é um pouco diferente. 

De cunho corporativo, o programa de mentoria é uma espécie de tutoria, na qual um profissional com mais experiência, dedica tempo e conhecimentos para orientar e aperfeiçoar profissionais com menos bagagem dentro de uma empresa. 

Nessa dinâmica, os profissionais mais experientes, chamados de “mentores”, compartilham seus conhecimentos e vivências na área com os menos experientes, chamados de “mentorados”, possibilitando, assim, seu desenvolvimento na carreira s e o alcance de objetivos dentro do negócio. 

Vale lembrar que ambos os envolvidos no programa de mentoria se beneficiam do processo. Isso porque a prática de mentoring  promove uma troca enriquecedora de ideias e experiências dentro da empresa. Com o apoio do mentor, o mentorado tem a oportunidade de refletir sobre a sua trajetória profissional, identificar seus pontos fortes e fracos e, assim, ter a chance de aperfeiçoá-los e melhorá-los.  

Com essa análise, os gestores podem discutir estratégias e ações para alavancar o desenvolvimento de todo o time explorando o máximo do seu potencial. 

Por que apostar em um programa de mentoria 

Como bem disse Donald Sadoway, famoso químico americano: “Em uma bateria, eu me esforço para maximizar o potencial elétrico. Quando sou mentor, eu me esforço para maximizar o potencial humano”. É exatamente por isso que vale a pena apostar em um programa de mentoria

Iniciar  um programa como esse, é investir no maior recurso de sua empresa: seus colaboradores. São eles que colocam seu escritório para funcionar. Neste sentido,  poder maximizar a qualidade de cada um deles e torná-los profissionais melhores é o que faz da mentoria uma ferramenta indispensável. Lembre-se: seu time é a linha de frente do seu negócio. 

Além disso, o programa de mentoria traz grandes benefícios a todos que participam desse processo, veja: 

Benefícios para os mentorados 

Ser mentorado é uma das oportunidades de desenvolvimento mais valiosas e eficazes que um funcionário pode ter dentro de uma empresa. Contar com a orientação, incentivo e apoio de um mentor confiável e experiente pode proporcionar ao mentorado uma ampla gama de benefícios pessoais e profissionais e levá-lo  a ter um melhor desempenho no local de trabalho. 

Para os mentorados, alguns benefícios importantes do programa de mentoria incluem: 

  • Exposição a novas ideias e maneiras de pensar; 
  • Conselhos sobre o desenvolvimento de pontos fortes e superação de pontos fracos; 
  • Orientação sobre desenvolvimento e promoção profissional; 
  • Maior visibilidade e reconhecimento dentro da empresa; 
  • A oportunidade de desenvolver novas habilidades e conhecimentos. 

Benefícios para mentores 

Ser um mentor é mais do que a transferência de conselhos, conhecimentos e percepções. 

Esse relacionamento oferece benefícios recíprocos para mentores dispostos a investir seu tempo no desenvolvimento de outro profissional. Além disso, a satisfação pessoal de poder compartilhar suas habilidades e experiências com um aluno disposto e estar envolvido na mentoria também fornece alguns benefícios tangíveis que podem recompensar os mentores profissionalmente. 

Alguns benefícios principais para mentores incluem: 

  • Reconhecimento como especialista no assunto e líder; 
  • Exposição a novas perspectivas, ideias e abordagens; 
  • Extensão de seu histórico de desenvolvimento profissional; 
  • Oportunidade de refletir sobre seus próprios objetivos e práticas; 
  • Possibilidade de estar sempre se atualizando na área, a fim de prestar a melhor mentoria.

Benefícios do Programa de Mentoria para a empresa 

Para a empresa, investir em um programa de mentoria é uma maneira útil e econômica de desenvolver seus principais talentos e manter seus funcionários mais bem informados, experientes, envolvidos e engajados. Assim como a transferência de habilidades e conhecimentos essenciais para os negócios, o programa de mentoria ajuda a desenvolver um canal de futuros líderes que entendam as habilidades e atitudes necessárias para o sucesso na empresa. 

Por isso, para as empresas, investir em um programa de mentoria ajuda a: 

  • Desenvolver uma cultura de crescimento pessoal e profissional; 
  • Compartilhar os comportamentos e atitudes desejados da empresa; 
  • Melhorar as habilidades de liderança em gerentes; 
  • Melhorar o moral, desempenho e motivação da equipe; 
  • Envolver, reter e desenvolver talentos. 

Como iniciar um programa de mentoria em seu escritório 

A esta altura você já entende bem o que é um programa de mentoria e quais resultados ele pode trazer a sua empresa. Agora deve estar ansioso para saber como começar. 

A criação de um programa de mentoria é um processo que deve ser exclusivo para cada empresa, então não existe um caminho correto. Mas, as diretrizes abaixo podem te ajudar a estruturar e começar essa prática em seu escritório, vamos a elas:  

1- Delinear objetivos 

Determine em quais departamentos sua empresa mais se beneficiaria com a orientação e quais metas você pretende atingir por meio do programa de mentoria

Algumas perguntas ajudar a entender e definir as metas mais precisas da sua empresa com o programa: 

  • O que planejamos alcançar com este programa? 
  • Por que nossos funcionários precisam de mentores? 
  • Que tipo de mentoria seria mais adequada para nossa equipe? 

O tipo de mentoria, pode ser:  

Mentoria tradicional individual 

Um mentorado e um mentor são combinados, seja por meio de um programa ou por conta própria. Essa parceria assume o relacionamento de mentoria com estrutura e cronograma ou conforme estabelecido por um programa formal de mentoria. 

Mentoria à distância 

Um relacionamento de mentoria em que as duas partes estão em locais diferentes. Também conhecida como mentoria “virtual”. 

Mentoria de Grupo 

Um único mentor é combinado com um grupo de mentorados. A estrutura inicial do programa é fornecida, permitindo ao mentor direcionar o progresso, ritmo e atividades do programa. 

Definir essas questões são fundamentais para passar para o próximo passo.

2- Descreva o processo de mentoria 

Ao moldar seu programa de mentoria, você deve considerar: 

  • Como os mentorados irão se inscrever ou entrar no programa 
  • Quando e onde mentores e mentorados se encontrarão 
  • Como você acompanhará o progresso do programa 

Faça um gráfico do processo desde a inscrição no programa até a conclusão dos objetivos. Você pode fazer isso por meio de uma avaliação que o ajudará a determinar o quão benéfico foi o mentor para os envolvidos. Um diagrama pode ajudá-lo a visualizar todas as etapas pelas quais seus mentores e mentorados passarão. 

As informações coletadas nessa avaliação o ajudarão a melhorar os programas futuros para que as oportunidades de mentoria em sua empresa melhorem continuamente. 

3- Selecione os mentores 

Um programa de mentoria bem-sucedido conta com um grupo diversificado de mentores. 

Use a meta e o esboço de seu programa para orientar seu processo de seleção. Você pode optar por abrir inscrições de qualquer pessoa interessada em mentorar ou entrar em contato apenas com aquelas que você acredita ter o perfil. 

Busque por características como: 

  • Apoia as necessidades e aspirações do time; 
  • É disponível e está aberto a usar seu tempo desempenhando responsabilidades de mentoria; 
  • É respeitado pelos companheiros; 
  • Comunica-se aberta e claramente;
  • Fica confortável fornecendo feedback construtivo;
  • Tem interesse genuíno em ajudar os outros a terem sucesso;
  • Possui uma atitude respeitosa, inspiradora e positiva;

Reúna outros detalhes úteis sobre seus mentores, como suas experiências profissionais, conjuntos de habilidades essenciais e pontos fortes e fracos. Pergunte o que eles mais gostariam de compartilhar com seus mentorados e entreviste-os sobre seus objetivos de carreira, para que você tenha uma ideia clara do que cada pessoa tem a oferecer. 

Como encontrar um mentor é a tarefa mais difícil do programa de mentoria, eu crie esse teste que pode ajudá-lo a descobrir se o candidato tem o perfil ou não: Posso ser um bom mentor?  

4- Faça boas combinações 

Algumas empresas contratam colaboradores veteranos na esperança de que seus conhecimentos e experiências serão transferidos naturalmente. No entanto, esse tipo de arranjo “faça o que eu faço” é, tipicamente, uma abordagem improdutiva e não se qualifica como um relacionamento de mentoring. 

Para fazer uma boa combinação, você precisa de dados. Uma forma de obter essas informações é criando um questionário que pergunte aos colaboradores interessados sobre seus objetivos de carreira, estilos de comunicação e suas metas. Em seguida, coloque-os em pares de acordo com suas respostas. Pares bem-sucedidos de mentor-mentorado são aqueles em que os participantes têm interesses e personalidades semelhantes, bem como objetivos complementares. 

Então use todas essas informações  e crie o match perfeito. 

5- Incentive o relacionamento entre mentor e mentorado 

O programa de mentoria varia não apenas de uma organização para outra, mas também de pessoa para pessoa. No entanto, é importante que todos os participantes entendam que “mentor” não é sinônimo de “chefe” ou “supervisor”. Os mentores fornecem aconselhamento e orientação. Ou seja, eles não dão atribuições de trabalho ou dizem aos mentorados como fazer suas tarefas e sim contribuem com suas experiências e bagagens. 

Então, depois de formar pares, incentive o mentor e o mentorado a desenvolverem o relacionamento deles mantendo um contato regular. Check-ins por e-mail ou telefone são aceitáveis, mas reuniões pessoais (ou virtuais) são essenciais. E para que ambos se beneficiem da orientação, devem se reunir de maneira consistente. 

Além disso, é muito importante que exista alguém para supervisionar o programa de mentoria e garantir que o relacionamento entre o mentor e mentorado está indo bem. 

6- Avalie o programa de mentoria 

Esteja preparado para avaliar e realizar ajustes no programa de mentoria ao longo de seu ciclo. 

Como em toda nova iniciativa, haverá ajustes ao longo do caminho e é importante que você pergunte aos mentores se suas iniciativas estão crescendo e se desenvolvendo. Pergunte ao mentorado se o mentor é solidário e disponível e certifique-se que há recurso e tempo suficientes para tornar o relacionamento valioso e benéfico. 

Ferramentas de feedback são essenciais para avaliar se os participantes e seus supervisores estão criando valor para o programa. Um cronograma de pesquisas, check-ins ou outras ferramentas pode ajudar a garantir que o programa está funcionando e no caminho certo.

 Mais uma vez, esteja preparado para ajustar – o feedback negativo não significa encerrar o processo, pelo contrário, pode ser a oportunidade para recalibrar e colocar o programa de volta aos trilhos. 

Construa um programa de mentoria forte 

Faça da mentoria parte integrante da cultura da sua empresa. Promova-a durante o processo de recrutamento, comece a combinar os novos contratados com mentores durante a orientação e certifique-se de que os pares tenham as ferramentas para ter sucesso. 

Isso tudo requer planejamento, endomarketing, treinamento e muito acompanhamento. Certifique-se de que seus líderes, nos níveis mais altos, falam sobre o programa, enfatizam sua importância e sejam, eles próprios, participantes. 

Para que os programas formais de mentoria de funcionários sejam um sucesso, é preciso haver adesão tanto da alta administração quanto da equipe de base. Comece durante uma reunião com toda a empresa ou departamento, mantenha a comunicação clara, simples e positiva. Certifique-se de que todos saibam que a participação é voluntária, mas, ao mesmo tempo, enfatize a importância da mentoria para o sucesso da carreira e também para os resultados da empresa. 

Não espere que o programa seja executado no piloto automático após o lançamento. Solicite feedback regular de cada participante, procure maneiras de melhorar os processos e não esqueça de coletar histórias e depoimentos de sucesso para promoção futura do programa. 

Pronto para começar? 

Já está convencido de que o programa de mentoria pode ser a solução para você desenvolver profissionalmente seu time e alcançar o sucesso? Então é hora de colocar a mão na massa e oferecer essa oportunidade de sair da zona de conforto aos seus colaboradores.  

E lembre-se, um programa de mentoria de funcionários é muito mais do que uma simples orientação, é uma oportunidade de criar equipes autônomas, eficientes e sábias, beneficiando o mentor, o mentorado, e criando departamentos mais fortes. 

Pretende começar um programa de mentoria em seu escritório? Me conta nos comentários! E se gostou do artigo, se inscreva em nossa news e receba semanalmente conteúdos voltados para o mercado contábil!