Promoção de cargo na contabilidade – 7 critérios para utilizar antes de tomar essa decisão no seu escritório

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Apesar de parecer uma ação simples, promover um colaborador para um cargo de gestão é uma decisão bastante complexa dentro de um escritório contábil. As dificuldades têm diversos motivos: a equipe terá de se adaptar a um novo tipo de liderança, as pessoas criarão diferentes expectativas e existe o risco do colaborador não dar conta de executar adequadamente suas novas funções. Ou seja, a promoção de cargo pode ser muito mais difícil do que se imagina e, quando realizada sem o preparo correto, a empresa pode acabar perdendo um funcionário que era ótimo em sua função, mas não estava preparado para ser um líder

Por isso, é necessário refletir bastante a respeito da escolha e do momento. Para te ajudar nessa tarefa, separei 7 critérios que você pode utilizar para realizar esse processo de forma eficiente e sem riscos de errar.

Vamos lá?

7 Critérios para promoção de cargo em um escritório contábil

A promoção de cargo não é algo que deve ser realizado aleatoriamente ou por favoritismo. Essa decisão deve ser pensada, analisada e executada de maneira eficiente para que seu escritório não sofra as consequências de uma decisão sem método. 

Dessa forma, para que você não corra riscos, vamos conhecer abaixo 7 critérios que você deve analisar antes de oferecer a promoção de cargo a um colaborador.

1- Entenda quais são as competências esperadas para o cargo

Antes de realizar a promoção de cargo, o mais importante de tudo é perguntar a si mesmo: este colaborador tem competência para ocupar o cargo que a promoção requer?

O dia a dia de trabalho permite que você observe cada colaborador, entenda quais são seus pontos fracos e fortes e o que cada um tem a agregar para a sua empresa. Isso pode ajudar no momento em que uma oportunidade de promoção aparecer. 

Por isso, sempre observe os colaboradores que possuem habilidades que contribuem para o crescimento do seu negócio e certifique-se de que ele está preparado para a vaga. E, claro, preste atenção para não ser muito exigente e querer alguém perfeito demais (porque, na real, ninguém é!). 

2- Observe as características do colaborador

Há três características muito importantes para observar em qualquer colaborador, independente da área de atuação, são elas: proatividade, flexibilidade e liderança. Portanto, antes de pensar na promoção de cargo de um colaborador, reflita: como ele age sob pressão? Quando a demanda está alta, o que ele costuma fazer? Questionamentos como esses podem te ajudar a compreender se o profissional está apto ou não para uma promoção. 

A proatividade é uma característica interessante que, muitas vezes, está ligada ao interesse das pessoas para determinados assuntos. Quando o colaborador gosta do que faz, aprecia a empresa e quer crescer ali, ele se dedica e se mostra interessado em ajudar seus colegas de equipe, mesmo que a tarefa exceda a sua função principal.

Já no caso da flexibilidade, essa característica é um grande atrativo, pois revela quais colaboradores agem bem sob pressão e estão dispostos a ceder quando necessário. 

A liderança é outro pré-requisito importantíssimo na hora de promover um colaborador. Afinal, existem profissionais que desempenham com excelência suas funções, batem suas metas e realizam com eficiência suas demandas, mas não estão preparados para liderar. E, mesmo que dê para aprimorar ou até mesmo ensinar as práticas de liderança, essa característica deve ser considerada no momento da decisão.

3. Realize avaliações de desempenho para facilitar o processo

Existem vários tipos de avaliações de desempenho que podem te ajudar a acompanhar o seu time e realizar a promoção de cargo com maior eficiência. O importante é escolher aqueles que que possam examinar os pontos que você considera mais importantes para entender se a pessoa se enquadra na promoção ou não.

As principais ferramentas que você pode aplicar são:

Vale lembrar que esse tipo de avaliação é importante para diversas situações, por isso, é ideal que ela já faça parte da rotina do seu escritório. Além disso, caso você já tenha aplicado alguma delas, usar esse histórico pode te ajudar a analisar também o passado desse colaborador, dando a você insumos para uma decisão mais acertada. 

4- Avalie a postura pessoal dos funcionários

Um critério igualmente importante nesse checklist para a promoção de um colaborador é o seu posicionamento. 

Para que você entenda melhor, veja um exemplo: um colaborador que costuma se atrasar para chegar no escritório, ou entra atrasado em reuniões, pode não ter o perfil para ocupar um cargo gerencial. Pode parecer exagero, mas atrasos costumam demonstrar uma falta de comprometimento e consideração com aqueles que estão ao seu redor e essa não é uma atitude que se espera de um gestor. 

São esses pequenos detalhes que podem fazer a diferença na hora de realizar a promoção de cargo e livrá-lo de problemas no futuro. 

Você também pode analisar outras posturas, como:

  • Esse colaborador aceita opiniões divergentes da sua?
  • Sabe lidar com a diversidade?
  • Se compromete com o escritório como um todo ou pensa somente no individual?

Tudo isso servirá como base para sua decisão. 

5-  Considere a visão dos outros membros da equipe

Outro critério importante antes da promoção de cargo é considerar o que equipe que trabalha ao lado do colaborador avaliado acham dele.

Afinal, é pouco provável que alguém decida arriscar sua própria imagem mentindo para ajudar na promoção de um colega de escritório. Dessa forma, a tendência é que as indicações e depoimentos sejam verdadeiros.

6- Análise o trabalho em equipe

Além de uma boa comunicação, existem outras características que você pode avaliar para entender se esse colaborador trabalha bem em equipe e se terá  menor ou maior facilidade em atuar como líder, são elas:

  • Comprometimento;
  • Feeling (sensibilidade);
  • Capacidade de escuta e de inspirar a confiança;
  • Flexibilidade com o outro;
  • Facilidade em fortalecer laços.

Pode ser difícil encontrar todas essas habilidades em um colaborador, por isso, antes de desistir da promoção de cargo de um profissional do seu escritório, entenda se as características que ele não possui podem ser desenvolvidas com facilidade. 

7- Utilize a ética como critério para a promoção

A responsabilidade de selecionar a pessoa certa em um processo de promoção de cargo tem vários motivos. Em um primeiro momento, é esperado que essa pessoa seja capaz de assumir o cargo e desempenhar suas novas funções com sucesso. No entanto, com uma visão um pouco mais abrangente, podem surgir outras questões ligadas ao comprometimento e, principalmente, à ética do candidato no ambiente de trabalho.

O trabalho de um escritório contábil envolve diversas empresas. Assim, manter o sigilo de determinadas informações e dados é fundamental. Além disso, ao lidar com outras pessoas, é importante que o profissional seja correto e entenda que ele representa o escritório e, por isso, deve zelar por sua imagem e garantir o funcionamento adequado de todos os processos.

Avalie também, como ele adere à política da empresa. Pois, promover um colaborador que desrespeita as regras estabelecidas pelo escritório, mostra ao resto da equipe que não é preciso entender a cultura da companhia nem seguir suas políticas para crescer lá dentro.

Como minimizar os riscos da promoção de cargos

Vamos supor que você utilizou os critérios acima e identificou que o colaborador possui as características necessárias para a promoção de cargo, mas ainda não está totalmente preparado para essa mudança. 

Nessa situação, ao invés de desistir de promover o colaborador, você pode colocá-lo em situações que o ajudem nesse desenvolvimento. Veja alguns exemplos: 

Representação

“ O colaborador X irá me representar nesta reunião”. Pode parecer simplório, mas esse é um primeiro passo para observá-lo em uma posição de liderança.

Projetos especiais ou papéis paralelos

Que tal colocar esse colaborador em projetos nos quais ele precise desempenhar um papel semelhante a posição desejada? Pode ser uma reunião simples, um evento, uma apresentação de performance, entre outros. Isso pode ajudar você a observar como ele se sai liderando um grupo de fato.

Agora é com você!

Como eu disse no início desse artigo, promover um colaborador pode ser mais difícil e complexo do que se imagina, mas com as dicas que elenquei neste artigo, é possível tirar essa atividade de letra. 

E, antes de terminarmos, é importante que você saiba que, para garantir transparência na hora de comunicar os critérios de promoção de seus colaboradores, é fundamental ter um plano de cargos para explicar como funciona esse processo. No documento, é importante  destacar como funciona a política interna do escritório e definir com clareza as funções que serão exercidas no novo cargo. Assim, você mantém seus colaboradores cientes de todo o processo. 

Espero que esse artigo tenha ajudado você a entender melhor como fazer a promoção de cargo de maneira eficiente e assertiva. Então, agora é com você!

Até o próximo conteúdo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *