fbpx

Nos tempos de hoje é cada vez mais comum as pessoas terem rotinas pesadas, exaustivas e acarretadas de tarefas. Principalmente no universo contábil, onde o profissional sofre a pressão dos prazos a serem seguidos e com a grande quantidade de documentos que ele tem que lidar.

Portanto, não é à toa que profissionais de diversas áreas vêm sendo diagnosticados com esgotamento mental. Muitas vezes é tratado como frescura ou à fragilidade da pessoa e não é dado a devida importância por se tratar de saúde.


O que é esgotamento mental?


É o resultado da demanda excessiva de atividades químicas que são realizadas no cérebro junto com a falta de substâncias neurotransmissoras, responsáveis por sintetizar essas atividades. E o fruto disso é a estafa mental, o estresse e a ansiedade, que muitas vezes as pessoas acabam não tendo total noção da gravidade que isso tem.

Na maioria dos casos, a pessoal sequer sabe que está passando por um processo de esgotamento mental. O cansaço fora do normal mas que acaba sendo normalizado em consequência da pressão da rotina e o estresse excessivo que a pessoa acredita ser comum, mas não é.

E como dito anteriormente, tudo isso pode acarretar à problemas graves, como por exemplo a Síndrome de Burnout. Para que isso não passe despercebido por você, dê uma olhada nos sintomas do esgotamento mental:

  • Perda de memória;
  • Insônia;
  • Desânimo;
  • Alterações de humor constantes;
  • Cansaço fora do normal;
  • Ansiedade;
  • Problemas intestinais e estomacais;
  • Desmotivação e perda de produtividade.

Se você perceber que está sentindo a maioria desses sintomas, entre em sinal de alerta. Mas calma, aqui te mostraremos como se livrar do esgotamento mental, especialmente, no ambiente contábil. Vamos lá:


Trabalho só no trabalho


Muitas são os casos em que o profissional acredita que está sendo mais efetivo por fazer suas tarefas profissionais em casa, o que não é verdade. O colaborador deve respeitar seu tempo no trabalho, assim como deve respeitar seu momento em casa.

Ou seja, concentre-se em suas atividades profissionais quando estiver em seu horário de trabalho. Você já tem possui uma rotina cansativa, quando você está em casa é o momento de deixar o Java de lado, esquecer daquele seu cliente chato e relaxar.


Nossos maiores valores não têm preço


Pegando o gancho da dica anterior, dedicar uma parte do nosso tempo, por menor que seja, aos nossos familiares e aos nossos amigos é essencial para tocarmos nossas vidas.

Quando estiver um tempo sobrando, aproveite-o para fazer um programa com as pessoas que querem o seu bem. 

Se estiver muito cansado, assista um filme, jogue algum jogo; se não estiver, vá ao parque, vá no cinema. Enfim, faça o que te faz bem. O importante é reservar um tempo para se divertir com essas pessoas que você tem certeza que está com você.


Uma coisa de cada vez


Uma das principais causas do esgotamento mental é querer fazer tudo de uma vez e ocupar nosso cérebro com diversas coisas complexas.

As vezes é realmente difícil se concentrar em uma única tarefa, principalmente no universo contábil com tantos clientes e tantos prazos para serem cumpridos. Mas para o bem da sua saúde mental, faça esse esforço. Vale a pena.

Assim, você conseguirá terminar uma tarefa com tempo menor e, como você vai estar concentrado somente nela, a chance de você cometer um erro diminui. Assim você evita o retrabalho e as preocupações.


“Toda positividade…


…eu desejo a você, pois precisamos disso nos dias de luta”. Pois é, já dizia Chorão, apesar de tudo, precisamos de positividade e de pensar positivo.

Sim, mesmo com tudo de cabeça para baixo, pense positivo. O otimismo é uma das melhores maneiras de tocar a vida e deixar as coisas mais leve. É muito mais motivador começar a fazer alguma atividade pensando que vai dar certo do que pensando que não vai dar. E mesmo assim, se não der certo, leve a sua experiência como aprendizado.

Além disso, comece a dar valor às pequenas coisas e faça essas pequenas coisas terem valor. Dê um bom dia para o porteiro do seu condomínio com um sorriso no rosto, a mudança tem que começar por você.


Se persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado


Se ao longo do seu dia-a-dia você sentir que nada disso fez diferença, procure ajuda especializada.

Ainda há muito preconceito sobre terapias com psicólogos, muitos pensam que só “doido” faz terapia, muito pelo contrário: as pessoas fazem terapias para não ficarem doidas.

Muitos são os benefícios de uma terapia. Ter alguém que você possa falar tudo sem medo e que você sabe que irá falar a coisa certa, pode ajudar muito a te livrar do esgotamento mental.

Por fim, tire um tempo para si mesmo, pratique essas dicas para se livrar do esgotamento mental, deixe o SPED, as datas de vencimento, o Java para depois ou encarregue para outra pessoa, nada disso é mais importante que a sua saúde mental.