Como fazer um podcast para a sua contabilidade em 7 passos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Já mencionei aqui, neste outro artigo, que os podcasts caíram no gosto da galera e já têm um público fiel. Para muitas empresas, esse formato é uma boa oportunidade de aproximação e de entregar conteúdo de valor para seus clientes e prospects. Mas, não é só isso. De acordo com essa pesquisa da IAB Brasil, 37% dos ouvintes quiseram saber mais sobre um serviço e o procuraram na internet após ouvir o podcast da marca, outros 18% passaram a acompanhar a empresa nas redes sociais e 10% se tornaram clientes. Ou seja, cada vez mais, os podcasts têm aparecido como uma excelente alternativa para as empresas impactarem seu público por meio de conteúdos úteis e relevantes, aumentando ainda mais as chances de criar uma conexão rica. 

No entanto, entrar nesse mundo e entender como fazer um podcast pode assustar quem ainda não experimentou esse formato. Por isso, neste artigo, irei mostrar que criar conteúdo em áudio pode ser mais fácil do que você imagina.

Vamos lá?

Como fazer um podcast para a sua contabilidade em 7 passos

Você já viu o que é e qual a importância de investir nessa mídia para o crescimento e rentabilidade do seu escritório, certo? Então, chegou a hora de arregaçar as mangas e aprender a como fazer um podcast!

E, como toda estratégia de marketing, é preciso realizar um planejamento antes de começar a gravar. Por isso, vamos a alguns passos essenciais que você precisa seguir:

1- Defina o assunto

O primeiro passo de como fazer um podcast deve ser definir o seu tema, ou seja, descobrir sobre o que você irá falar. 

Escolher um assunto relevante é fundamental para o sucesso do seu podcast, esse, inclusive, é um dos grandes segredos para atrair a atenção do ouvinte. 

Para isso, é importante ficar ligado nas necessidades e preferências do seu público-alvo. Uma boa alternativa é pesquisar em suas redes sociais, fazer enquetes e tentar descobrir sobre o que a sua persona gosta ou gostaria de ouvir. Outra forma é analisar as perguntas frequentes de seus clientes ao suporte do seu escritório ou os artigos mais lidos do seu blog. Com isso, você terá uma boa quantidade de temas que poderá destrinchar em diversos episódios do seu podcast. 

Ainda, procure optar por assuntos que você domine com profundidade, isso ajudará você a desenrolar o tema com maior qualidade e desenvoltura, além de passar maior credibilidade e confiança ao ouvinte.  Assim, suas chances de acertar no gosto do seu público e fidelizá-lo com mais facilidade só aumentam.

2- Escolha o formato

Depois de escolher o assunto, o segundo passo de como fazer um podcast é definir o formato que terá o seu programa. 

Existem diversos modelos que você pode escolher e abaixo eu mostro os 4 mais usados: 

Entrevista

O formato “entrevista” é um dos mais usados. Aqui, o anfitrião convida um especialista ou uma personalidade para debater um determinado tema que é referência na área. 

Essa é uma ótima opção, principalmente para quem está começando a entrar nesse mundo, pois tende a atrair também o público que acompanha o convidado.

Painel

No formato “painel”, o podcast conta com a participação de vários convidados para debater um assunto. É como uma mesa redonda, em que todos têm espaço para falar, com tempos definidos ou não. 

Apesar de exigir um pouco mais de organização e coordenação do mediador, também é uma ótima forma de atrair um número maior de ouvintes. 

Informativo

Sabe aquele jornal da manhã que você ouvia (ou ainda ouve) no rádio? Então, esse formato de podcast é bem parecido. Tem uma pegada bem informativa, muitas vezes até jornalística da coisa, com as notícias do dia, algum assunto em alta, mudanças de leis, entre outros assuntos.

Individual

Esse é um formato mais clássico dos podcasts. Obviamente o modelo “individual” envolve apenas uma pessoa, que seria o responsável por conduzir, envolver e reter o ouvinte durante todo o programa. Por isso, é fundamental que o apresentador tenha desenvoltura para dar dinâmica ao podcast e não deixá-lo monótono. 

O bom desse formato é que sua gravação é muito mais simples, pois não é necessário utilizar inúmeros equipamentos de gravação. 

Vale mencionar que você não precisa escolher um só, é possível, por exemplo, mesclar o formato individual ao de entrevistas e assim ter um podcast mais dinâmico. 

O ponto chave aqui é encontrar o modelo que combina com o seu público e te deixa mais confortável. 

3-  Faça um roteiro

Depois do primeiro planejamento definido, chegou a hora de dar vida ao seu programa! Por isso, o terceiro passo de como fazer um podcast é preparar o roteiro! 

Pois é, esse documento será extremamente útil para que você não se perca no assunto que deseja falar. Assim como na produção de qualquer outro formato de conteúdo (vídeos, textos para blog, etc.), na hora de fazer o seu podcast, ter um roteiro em mãos é o que garantirá que ele terá  início, meio e fim.

Se você nunca criou um roteiro, veja um exemplo muito usado nos podcasts: 

  • Vinheta de início:;  
  • Apresentação dos locutores;
  • Data de publicação e o tema do episódio;
  • Rápida introdução para prender o público ao assunto;
  • Vinheta transitória para avisar que vai começar (ou para mudar de um tópico para outro);
  • Primeiros avisos e uma chamada para ação, o famoso: CTA;
  • Discussão sobre o assunto em questão;
  • Preparação para o encerramento;
  • Últimos avisos e mais um  CTA;
  • Encerramento.

No ponto sobre a discussão do assunto, uma ideia é criar um checklist dividindo o tema em subtemas. Por exemplo, se você irá falar sobre Dissidio, uma ideia é criar subtemas que te ajudem no desenrolar do assunto, como:

  • O que é dissídio?
  • Quem tem direito?
  • Quais são os tipos?
  • Porque ele acontece? 

Assim, você irá se aprofundar no conteúdo enquanto percorre os subtemas que escolheu.

No entanto, procure não se prender totalmente ao roteiro, deixe o papo fluir de forma espontânea e, caso seja necessário, volte a ele para dar continuidade ao que foi planejado sem perder a naturalidade. 

4- Reúna os equipamentos necessários

Roteiro alinhado, hora de pensar nos equipamentos.

Engana-se quem pensa que para gravar um podcast é necessário usar equipamentos muito sofisticados e caros. 

Na verdade, se você tiver:

  • Computador;
  • Acesso à internet;
  • Headset com microfone de qualidade;
  • Lugar tranquilo para gravar.

Já está pronto para começar a produzir! 

Claro que, se você puder e estiver disposto a gastar mais, pode investir em um software de gravação, microfones profissionais e ambientes acústicos, por exemplo. No entanto, quando pensamos em como fazer um podcast estes não são detalhes indispensáveis para começar. Com o tempo e crescimento do seu programa, você pode investir em novos equipamentos e aparelhos mais sofisticados. 

5- Comece a gravar

Nessa etapa, você precisa se certificar de que está em um lugar tranquilo e sem muitos ruídos. A partir daí, use o seu roteiro e grave alguns áudios testes até sentir que está confortável com o conteúdo e tudo mais. Mas não fique encanado se achar a sua voz um pouco estranha, viu? Afinal, isso é super comum, já que, em geral, nós só escutamos nossa própria voz dentro da nossa cabeça, com a interferência da reverberação do nosso corpo e, por isso, essa voz pode ser bem diferente do que os outros escutam quando falamos. Ou seja, não se apegue muito a isso. Apenas fique atento se estiver com algum ruído aparecendo no fundo do seu áudio, esse sim é um detalhe que você deve observar. 

Agora, vamos à parte prática de como fazer um podcast.

Existem diversos softwares no mercado, mas, como o podcast não exige muita complexidade para gravação e edição, uma ideia é usar o famoso Audacity, que é um software gratuito profissional, disponível para Windows, Linux e Mac. Uma ótima opção para quem deseja praticidade, automação e simplicidade. 

6- Faça a edição do seu áudio

Essa etapa é a mais desafiadora de como fazer um podcast, principalmente se você nunca mexeu com edição de áudio antes. A boa notícia é que ela envolve um processo muito mais simples do que o de outras mídias.

O primeiro passo é salvar uma cópia dos arquivos de áudio originais. Isso permitirá que você erre sem medo durante o processo de edição. 

Feito isso, o segundo passo é iniciar a parte mecânica da edição. Supondo que você utilizou o Audacity para gravar o seu podcast, conforme eu indiquei aqui, isso tornará a edição muito mais fácil. Isso porque, ele tem vários efeitos ligados a voz e todos são bem simples de usar.  

Com a cópia do arquivo de áudio original aberta no Audacity, a primeira etapa é começar a ajustar a qualidade do áudio. Para isso, você deve selecionar todo o áudio, ir no menu “efeitos” e aplicar os seguintes ajustes:

  • Amplificar: Aumento do volume;
  • Redução de ruído: Excluir ruídos ambiente e do microfone;
  • Compressor: Reduzir a diferença e nivelar picos altos e baixos;
  • Normalizar: Melhorar o áudio sem perder qualidade;
  • Equalização: Ajuste de graves e agudos.

Aqui, não existe uma fórmula exata das configurações de edição, pois depende muito da qualidade final do podcast. Por isso, é importante que, em cada etapa, você ouça várias vezes o áudio e vá ajustando conforme a sua necessidade. E, caso não fique bom, é possível voltar para as configurações iniciais, usando CTRL+Z do seu teclado. 

Também é neste momento que você pode analisar todo o conteúdo do seu áudio, excluir o que não ficou legal, adicionar vinhetas, sons de fundos, entre outros detalhes que possam deixar seus podcast mais fluidos e atrativos. 

7- Publique e divulgue

Por fim, você aprendeu como fazer um podcast e ele está pronto para ser postado e essa é a parte mais simples desse passo a passo. 

Ainda, supondo que você utilizou a minha dica do Audacity para editar o seu áudio o seu programa será postado automaticamente nesse site e em outras plataformas de áudio, como Spotify, Pocket Casts, Rádio Public, Google Podcasts, Apple Podcasts, entre outras.

Caso contrário,  é possível imputar o seu arquivo de áudio diretamente nas plataformas. No entanto, neste caso, o site leva de 2 a 5 dias para analisar os critérios de edição e disponibilizar o seu conteúdo. 

Feito isso, divulgue e chame o seu público para ouvir o seu conteúdo! Isso é essencial para alcançar mais pessoas e fazer o seu podcast ser conhecido por aí. E nada melhor do que usar as redes sociais para isso, não é mesmo?

Veja algumas ideias de divulgação:

  • Crie uma contagem regressiva nos stories do Instagram para gerar expectativa;
  • Mostre os bastidores das gravações e edições para humanizar o conteúdo;
  • Crie teasers para dar um gostinho do que o podcast vai trazer;
  • Incentive que os convidados também compartilhem sobre o podcast nas suas redes sociais;
  • Divulgue alguns stories introduzindo seus seguidores no assunto que será abordado e comece a gerar dúvidas sobre o tema. 

Mantenha essa interação antes, durante e depois da publicação do podcast. Assim, você consegue atingir todo o seu público. 

Pronto para começar a criar um podcast?

Entender como fazer um podcast não é um bicho de sete cabeças, não é mesmo? Apesar de conter muitas etapas, o processo em si é muito simples e exige apenas planejamento. Então, bora colocar a mão na massa? 

Mas, antes, quero deixar duas dicas para você, a primeira é: poste com periodicidade. Pois é, isso não significa que você precise postar todos os dias, mas é importante manter uma boa regularidade. Ou seja, se você começar com um episódio a cada 15 dias, por exemplo, não pule nenhuma quinzena. Acredite: esse detalhe é importante na hora de fidelizar um ouvinte. A segunda dica é: acompanhe as métricas. Se você quer saber como seus episódios estão performando, quem está ouvindo, de onde são, se realmente podem comprar seus serviços e se os temas que você escolheu estão agradando, é imprescindível que você acompanhe esses números. Na ferramenta Audacity, você pode acessar o relatório dos episódios e verificar todas essas questões com facilidade e, assim, realizar mudanças em sua estratégia caso seja necessário. 

Dito isso, agora é com você!

Até o próximo conteúdo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *