Proposta de valor – 3 passos para criar uma proposta poderosa para o seu escritório contábil!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Uma proposta de valor é uma declaração que responde ao “por que” alguém deveria fazer negócios com você. Ela deve convencer os potenciais clientes que seu serviço terá mais valor para ele do que ofertas semelhantes dos mais de 76.349 mil concorrentes que você enfrenta todos os dias. Ou seja, numa realidade onde há tantas organizações competindo no mesmo segmento, agregar valor ao cliente é fundamental.

Por isso, neste conteúdo, iremos aprender mais o que é uma proposta de valor, quais características ela deve ter, como criar uma para o seu negócio e conhecer um exemplo de sucesso no mercado. 

Vamos lá?

O que é uma proposta de valor?

A proposta de valor é como uma declaração que deve expressar de forma clara e concisa aos seus prospects, quais são os benefícios oferecidos pela sua empresa e porque ele deve escolher o seu escritório. 

Ou seja, é através da sua proposta de valor que você irá fortalecer o seu escritório e dizer ao mercado “Eu ofereço isso, através desses valores, para entregar essa lista de benefícios. E é por isso que o meu escritório é a melhor solução para essa grande dor que a sua empresa carrega”.

Qual estrutura a proposta de valor deve seguir?

Como disse no início, uma proposta de valor deve passar uma mensagem clara e oferecer ao prospect somente as informações que ele necessita. 

Para fazer isso de forma eficiente, é aconselhável seguir o padrão de estrutura abaixo:

  • Título: Com até duas frases, deve deixar claro o que seu negócio faz e qual o seu principal benefício.
  • Subtítulo: De forma precisa, deve contar para quem ele é destinado e por que seu escritório faz o que faz.
  • Bulletpoints: Deve destacar os principais benefícios em tópicos e como eles atendem às necessidades dos seus prospects. .
  • Elemento visual: Ilustrar o que está escrito oferecendo traz mais destaque a proposta

Esse padrão ajuda a tornar toda a leitura da sua proposta de valor mais escaneável, prática e intuitiva. 

3 passos para criar uma proposta de valor poderosa para o seu escritório

Para destacar, de forma sucinta, os pontos que mencionamos acima, você precisa de insumos suficientes. Para isso, os passos a seguir podem ajudá-lo: 

1- Identifique as atividades do prospect

O primeiro passo é identificar quais as atividades seu público precisa executar todos os dias e como elas estão ligadas aos seus serviços. 

Para isso, divida essas atividades em 4 categorias:

  • Funcionais: Ligada a solução de algo rotineiro, como o pagamento de contas da empresa.
  • Sociais: Refere-se a imagem que ele deseja passar e está ligada ao seu círculo social e status.
  • Emocionais: Relacionadas à essência do cliente, como a estética e a sensação de segurança.
  • Necessidades básicas: Ligadas às necessidades fisiológicas, como alimentação, comunicação e outras 

Como você deve ter notado, nem todas essas necessidades se relacionam diretamente aos serviços prestados pelo seu escritório, porém mesmo assim, ter consciência sobre elas, já vai te ajudar, e muito, a conhecer melhor o seu prospecto e criar uma proposta de valor muito mais condizente com a realidade dele.

2- Encontre as dores dele

Todo produto ou serviço é desenvolvido para sanar alguma dor específica, certo? No contábil não é diferente. Os clientes de um escritório podem sofrer com dores, como a falta de controle financeiro, excesso de tributos pagos, multas que poderiam ser evitadas, entre diversas outras coisas. 

Por isso, o segundo passo para desenvolver uma proposta de valor é saber identificar exatamente a dor dos seus clientes.

Para encontrar essa resposta, você pode:

Investigar o seu público-alvo: Conhecer o seu potencial cliente e entender bem as suas necessidades, dores e desejos. 

Criar uma persona: Crie um personagem fictício para representar o público que você quer atingir

Investigar seus concorrentes: Para descobrir quais são os seusdiferenciais e também suas fraquezas, ou seja, o que seu concorrente está deixando de entregar aos clientes dele, que você pode oferecer.

Falando diretamente à dor do seu público, fica mais fácil captar o interesse em sua proposta de valor e mostrar sua relevância.

3- Encontre o seu principal benefício 

Seu serviço pode resolver vários problemas de um público específico, certo? Mas, na hora de criar sua proposta de valor, para não perder o foco e não confundir seus clientes, é importante destacar aquele benefício exclusivo que só o seu escritório pode oferecer.

Para isso, você pode tentar ligar as dores dos seus clientes às soluções que o seu escritório oferece. E assim encontrar o seu principal benefício e o que destaca você da concorrência.

Onde e como usar a proposta de valor?

Com o crescimento do digital, a proposta de valor ganhou ainda mais relevância e hoje pode ser usada na home de um site, em um anúncio para as redes sociais ou em sua proposta comercial

No site da Uber, por exemplo, a marca utiliza a proposta de valor logo na home do site: 

exemplo uber

Colocando de forma estruturada, como no exemplo que mostrei antes, a proposta de valor da Uber é: 

Título: A viagem que você deseja.

Subtítulo: Solicite uma viagem com um toque no seu telefone, sente e relaxe.

Elemento visual: Tranquilidade, satisfação e facilidade

Bulletpoints:

  • Mais do que viagens;
  • Mudar a forma como as pessoas solicitam viagens e se deslocam é só o começo;
  • Possibilidade de se deslocar com conforto.

Pronto para montar a sua proposta de valor contábil?

Viu como é possível transmitir a mensagem certa em poucas linhas? O segredo para isso é conhecer muito bem a sua oferta e as dores e ganhos que seus prospect podem ter com o seu serviço. Então, espero que esse conteúdo tenha ajudado você a entender essa importância e, mais do que isso, ensinado como montar a sua proposta de valor 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2021 Gestta | Todos os direitos reservados