Como aplicar uma pesquisa de engajamento de colaboradores no seu escritório contábil?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Você sabe como anda o engajamento da sua equipe? Pois, saiba que essa informação pode ser o que está faltando para conquistar um time muito mais produtivo, fiel e conectado com os valores da sua empresa. E a melhor maneira de descobrir isso é conduzindo uma pesquisa de engajamento de colaboradores, tema do nosso artigo de hoje. 

Para entender melhor como funciona essa ferramenta e como aplicá-la de forma eficaz no seu negócio, continue a leitura deste post!

Aqui você vai descobrir:

– O que define o engajamento de colaboradores

– Quais são os principais fatores que engajam um time

– O que é uma pesquisa de engajamento e para que serve

– 9 passos para conduzir uma pesquisa de engajamento eficiente no seu escritório contábil

Pronto para começar? Então vamos nessa!

Antes de mais nada, o que significa engajamento de colaboradores, afinal?

Chamamos de colaboradores engajados aqueles funcionários que estão felizes em trabalhar na sua empresa. Essa satisfação costuma ser consequência de fatores como:

  • Ambiente de trabalho saudável e tranquilo;
  • Salário e benefícios compatíveis com a função;
  • Lideranças inspiradoras;
  • Princípios (missão, visão e valores) da empresa;
  • Estímulo a novos desafios;
  • Medidas meritocráticas alinhadas à cultura da empresa;
  • Reconhecimento dos líderes;
  • Cultura de feedback;
  • Entre outros.

Uma análise da Gallup Organization mostrou que empresas com um alto nível de engajamento podem ser até 22% mais lucrativas do que as com níveis mais baixos. Ou seja, funcionários engajados são mais produtivos, desenvolvem suas tarefas com mais qualidade, cometem menos erros, se envolvem mais nos projetos do negócio e indicam a empresa para seus colegas como sendo um bom lugar para trabalhar.

Além disso, um time engajado contribui para o desenvolvimento individual de cada um de seus membros, o que diminui o turnover e aumenta a propagação de que a sua empresa é uma marca empregadora, por exemplo, atraindo melhores talentos no mercado. 

Portanto, a partir do momento que você impulsiona o engajamento dos seus colaboradores, automaticamente, terá uma equipe mais alinhada com os valores e objetivos da empresa. Logo, eles se sentirão mais satisfeitos com o papel que desempenham no crescimento do negócio, tornando-se mais produtivos e, como consequência,  trarão maior retorno financeiro para a organização. 

Não é à toa que o empresário, investidor Ben Horowitz afirma que as empresas, assim como exércitos, gangues e nações podem se romper ou ascender dependendo dos comportamentos humanos.

E a pesquisa de engajamento de colaboradores serve justamente para medir como anda essa ligação dos seus funcionários com a sua empresa e fomentar estratégias de melhoria contínua voltadas a esse aspecto. Então vamos entender melhor como funciona essa ferramenta?

O que é uma pesquisa de engajamento de colaboradores e para que serve?

Pesquisa de engajamento de colaboradores é um questionário que você direciona aos seus funcionários periodicamente. Neste material você faz perguntas claras e objetivas para mensurar o nível de satisfação da sua equipe em trabalhar no seu negócio.

Com as respostas é possível mapear o que torna os colaboradores mais ou menos engajados e, assim, identificar e desenvolver oportunidades de melhoria neste sentido. 

Ademais, uma pesquisa de engajamento de colaboradores por si só, já contribui para o engajamento do seu time, pois os inclui em uma tomada importante de decisão da empresa e os faz se sentir parte importante da empresa.

9 passos para aplicar a sua pesquisa de engajamento de colaboradores

Agora que você já entendeu o que é e qual a importância do engajamento no seu time de funcionários e que existe uma pesquisa para medir esse aspecto, vamos ver um passo a passo de como conduzir essa investigação aí na sua empresa?

1. Defina o objetivo

Uma pesquisa de engajamento de colaboradores pode ser direcionada para identificar o nível de engajamento do seu time:

  • Com a empresa como um todo;
  • De um departamento específico;
  • A respeito de um projeto em andamento;
  • Ou em relação algum aspecto em especial, como os canais de comunicação da empresa, por exemplo.

Então, o primeiro detalhe que você precisa ter em mente para iniciar a sua investigação é responder: em relação a quais aspectos da sua empresa você deseja medir a satisfação do seu time? Desta forma, você determina um objetivo claro para sua pesquisa e pode conduzi-la de maneira mais certeira.

2. Defina as perguntas do seu questionário

Aqui, a primeira recomendação que deixo é: não aplique questionários prontos da internet!

Você até pode usar materiais encontrados online como base e inspiração para criar o seu questionário, desde que adapte as perguntas às necessidades da sua pesquisa.

O que quero dizer com isso, é que não existe uma receita de bolo, ou seja, uma lista pronta de perguntas para você copiar e colar. Porém existem alguns pontos básicos de se medir que podem servir de insight para você criar as suas perguntas, como:

  • O que o colaborador aprecia na empresa;
  • Quais são os pontos negativos em trabalhar na empresa;
  • Qual o grau de satisfação com as lideranças;
  • Qual o grau de satisfação com o ambiente de trabalho;
  • Como é seu relacionamento com a equipe;
  • Como o colaborador gostaria de ser desenvolvido profissionalmente na empresa;
  • Que mudanças podem ser realizadas nos processos internos;
  • E afins.

Ademais, lembre-se de fazer perguntas claras e curtas e não exagere na quantidade, para não desestimular o colaborador a responder. Além disso, dê preferência para perguntas de múltipla escolha ou que o colaborador possa responder o quanto concorda com a afirmação em uma escala de 1 a 10, por exemplo. Isso facilita tanto para o funcionário que vai responder, quanto para você que vai avaliar essas respostas depois.

Contudo, você também pode deixar um campo aberto no final para que o colaborador adicione qualquer opinião que não foi perguntada nas questões anteriores.

3. Finalize seu questionário com uma pergunta para avaliar o NPS 

O NPS (Net Promoter Score) é uma métrica usada para medir a satisfação dos entrevistados, perguntando “de 0 a 10, o quanto ele indicaria a empresa aos amigos?”. No caso da sua pesquisa para engajamento de colaboradores, você perguntaria “De 0 a 10, qual é a probabilidade de você recomendar nossa empresa como um bom lugar para se trabalhar?”. 

A partir dos resultados, é possível identificar quantos colaboradores são detratores, neutros ou promotores do seu negócio. 

  • Promotores (respostas de 9 ou 10): são os grandes aliados da sua organização. Eles recomendam sua empresa para outros profissionais e engajam os outros colaboradores a continuar na empresa. Além de possuírem uma forte ligação afetiva com o seu negócio.
  • Neutros (respostas de 7 ou 8): são os colaboradores que até possuem uma ligação afetiva com seu negócio, mas não possuem uma forte chance de indicá-lo para outros profissionais.
  • Detratores (respostas de 0 a 6): são os colaboradores que não tem qualquer ligação com o seu negócio, logo não tem nenhuma propensão a indicar sua empresa como um bom lugar para se trabalhar, além de falar mal do seu negócio para outros profissionais.

A fórmula para calcular o NPS é a seguinte: total de colaboradores promotores, menos o total de colaboradores detratores, dividido pelo total de respondentes e multiplicado 100. 

4. Escolha uma ferramenta

Se a sua empresa for pequena e não tiver muitos funcionários, você pode direcionar sua pesquisa por e-mail, usar o Google Forms ou, até mesmo, optar por um modelo analógico, como formulários impressos para serem depositados em uma urna, por exemplo.

Porém, se o seu negócio for maior e você fizer questão de garantir o anonimato da sua pesquisa, é recomendado aderir a ferramentas específicas para pesquisa de engajamento de colaboradores como a Qulture Rocks ou a Pulses, por exemplo.

5. Inclua as lideranças de cada departamento

Dependendo do tamanho do seu escritório, quem vai conduzir essa pesquisa é o RH ou o gestor, porém não subestime o poder de contribuição das demais lideranças, como os gerentes de cada departamento, por exemplo. 

Afinal, são eles quem convivem mais diretamente com o time e, portanto, podem trazer sugestões valiosas ao desenvolvimento da pesquisa, como  indicadores que precisam ser mensurados e na elaboração das perguntas certas, assim como incentivar sua equipe a respondê-la.

6. Comunique

Objetivo definido, perguntas prontas, ferramenta escolhida e lideranças envolvidas no processo, o próximo passo é divulgar a pesquisa para o time. 

Se você tiver um profissional, equipe ou terceirizado de marketing ou comunicação interna, isso pode ser de grande ajuda neste momento. Porém, se o seu escritório não é tão grande e não tem esses recursos, não se preocupe, porque você mesmo consegue realizar essa tarefa. 

Então, chame todo mundo para uma reunião e conte da pesquisa de engajamento de colaboradores. Explique que o objetivo é tornar a sua empresa um lugar melhor para eles trabalharem e que, por isso, é tão importante que eles respondam com bastante atenção. Informe como vai funcionar, qual ferramenta será utilizada, qual o prazo para as respostas e, também, quem contatar em caso de dúvidas. 

Depois, encaminhe tudo através dos canais internos de comunicação que sua empresa usa, como email, intranet, chat, mural de recados etc. Você pode fazer uma arte bem explicativa para chamar ainda mais atenção do time, por exemplo.

7. Avalie os resultados e crie um plano de ação para aplicar melhorias

Depois que receber todas as respostas, é hora de sentar e analisar os resultados. Portanto, avalie minuciosamente os feedbacks dos seus colaboradores e compare com dados anteriores. 

Outra opção interessante é levantar resultados de outras empresas contábeis, que também fazem pesquisa de engajamento de colaboradores e costumam divulgar. Assim você tem mais um comparativo para entender se o seu negócio está no mesmo nível de satisfação em geral, muito abaixo ou muito acima.

Após a análise da sua pesquisa, você está pronto para traçar um plano de ação e colocar as melhorias em prática. 

Então reforce os pontos fortes apontados pelos seus colaboradores e corrija os pontos fracos. Use e abuse das sugestões deixadas por eles nas perguntas de campo aberto e envolva todas as suas lideranças nesse processo.

Aqui embaixo vou deixar links para outros artigos do nosso blog com insights para melhorar o engajamento do seu time:

8. Compartilhe os resultados

Depois de todo esse processo feito, é hora de compartilhar seus resultados. Então comece internamente, mostrando para o seu time como a participação deles foi essencial e quais ações você vai colocar em prática para melhorar o ambiente de trabalho da empresa. Depois, se achar interessante, compartilhe esse projeto externamente também, nas suas redes sociais ou em um artigo no blog do seu site, por exemplo. Pode ter certeza que, para os seus prospects e clientes, vai fazer toda a diferença ver que seu escritório se importa com o bem-estar da equipe. Isso pode ser um diferencial para reter sua base e atrair novos contatos

9. Determine a periodicidade

Você lançou sua pesquisa de engajamento de colaboradores, avaliou as respostas, aplicou melhorias e divulgou os resultados da estratégia. Isso quer dizer que o trabalho acabou? De jeito nenhum! Agora que você terminou tudo, programe-se para realizar a próxima pesquisa.

Sim, para manter os bons resultados, é importante que você faça essa investigação com a sua equipe de maneira regular. Então determine uma periodicidade para reaplicar esse questionário.

É interessante fazer isso com, no mínimo, seis meses a um ano de intervalo, já que, nesse período, muita coisa pode ter mudado na empresa e na percepção do seu time. Então é importante manter-se atualizado de como anda esse aspecto do seu negócio para ter colaboradores sempre satisfeitos, fiéis e comprometidos.

Entendeu tudo sobre como funciona uma pesquisa de engajamento de colaboradores?

O engajamento dos seus colaboradores pode impactar dezenas de fatores na sua empresa, tais como produtividade e absenteísmo, por exemplo. Portanto, medir esse aspecto constantemente e criar estratégias para melhorar essa métrica é fundamental.

Enfim, espero que esse artigo tenha sido útil e que você tenha entendido como funciona uma pesquisa de engajamento de colaboradores e como aplicar no seu negócio. Agora é hora de colocar a mão na massa e por a estratégia em prática!

Já fez uma pesquisa de engajamento de colaboradores na sua empresa contábil? Então, conta pra gente aqui nos comentários como tem sido essa experiência! Pois vamos adorar trocar mais informações sobre esse tema!

Quer monitorar a produtividade da sua equipe sem ser micro gerenciador e dobrar a performance do seu escritório? Então vem conhecer o Gestta! A ferramenta de gestão de tarefas, processos e atendimento mais completa do mercado.

Com o Gestta você consegue:

  • Ter visão macro do seu negócio por meio de um dashboard super intuitivo e personalizado;
  • Distribuir tarefas automaticamente de acordo com o regime de cada cliente;
  • Reconhecer e anexar documentos em lote;
  • Integrar email, Whatsapp, portal do cliente e app em uma única solução;
  • Monitorar a performance dos seus times e departamentos em tempo real;
  • Disparar circulares para a sua base de contatos;
  • Ter fácil acesso a pontos de atenção fundamentais, como prazos próximos e riscos de multa;
  • Notificar o cliente em relação a honorários e baixa de documentos;
  • Levantar métricas fundamentais para uma gestão mais inteligente;
  • E muito mais!

Para conhecer na prática, solicite uma demonstração com um de nossos especialistas! É online, rápido e sem compromisso:

3 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *